segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Por meio das aulas de língua polonesa, Grupo Karolinka vai além do folclore e da dança

Aulas de polonês oferecidas pelo projeto social “Conhecendo a Cultura Polono-Brasileira”, patrocinado pela Petrobras, abordam também a história da Polônia

Em 2013, o grupo Karolinka iniciou as aulas de língua polonesa destinada aos participantes do projeto. O objetivo era possibilitar aos alunos um conhecimento básico da língua polonesa, contribuindo para a troca de experiência com os outros grupos de dança da Polônia.
Para Irio Janoski, presidente do grupo, as aulas oferecem preparo para uma futura viagem às terras polacas. “Quem sabe, um dia, o grupo Karolinka possa participar de um festival na Polônia. É um sonho que nós cultivamos e, agora, nossos participantes estarão preparados para se comunicar no país que tanto representamos!”
A três meses de completar dois anos de existência do projeto social “Conhecendo a Cultura Polono-Brasileira”, que possibilitou a inserção da aula de língua polonesa por meio do patrocínio da Petrobras, os alunos agora irão pesquisar e apresentar assuntos referentes à história da Polônia, às personalidades polonesas e ao contexto atual.
 “O ensino de uma língua deve ser acompanhado pelos elementos de cultura e história do país onde a língua é falada”, destaca a professora de língua polonesa do projeto, Magdalena Linde Tosetto. “Durante as nossas aulas conhecemos alguns elementos do dia-a-dia do povo polonês, como as datas comemorativas. Nas próximas aulas, os alunos apresentarão as personagens da história polonesa que influenciaram a história do mundo (dentro de um contexto científico, artístico, religioso, etc.) conhecendo também a época na qual elas viviam”, complementa.

Quem tiver interesse em acompanhar o trabalho do grupo, pode seguir o Karolinka no Facebook no endereço: facebook.com/folcloricokarolinka. 

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Desfile Cívico em São Mateus do Sul



O grupo folclórico polonês Karolinka participou do desfile cívico representado por crianças e jovens da comunidade. No desfile, foram usados trajes adquiridos por meio do projeto “Conhecendo a Cultura Polono Brasileira” patrocinado pela Petrobras.
video

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Coral Karolinka participa de missa polonesa

   No dia 31 de agosto, o coral do Grupo Karolinka participou da missa em homenagem a Nossa Senhora de Częstochowa, na comunidade da Água Branca. A missa encerrou também um mês de peregrinação do quadro com a imagem da padroeira da Polônia pelas capelas do município.
   Apesar da forte chuva, a igreja estava cheia de fieis de toda a comunidade e visitantes de Florianópolis. O coral Karolinka, criado ano passado por meio do projeto social “Conhecendo a Cultura Polono Brasileira”, patrocinado pela Petrobras, entoou cânticos religiosos, incluindo “Czarna Madonno”, canção muito conhecida pela comunidade, que acompanhou o coral e tornou o momento ainda mais especial.

   O grupo Karolinka agradece à comunidade da Água Branca pelo convite para participar do evento e a todos que prestigiaram o nosso trabalho. 


terça-feira, 26 de agosto de 2014

Grupo Karolinka participou de mostra de folclore polonês e de danças eslavas em Santa Catarina

Na noite de 23 de agosto, ocorreu em Indaial–SC a V mostra de folclore polonês e I mostra de danças eslavas do Sul do país. O Grupo Folclórico Polonês Karolinka marcou presença no evento apresentando três danças. Essa foi uma oportunidade também de divulgar o trabalho que o grupo vem desenvolvendo por meio do projeto social “Conhecendo a Cultura Polono-Brasileira”, patrocinado pela Petrobras. O grupo presenteou os organizadores do evento e demais grupos participantes com exemplares do livro de receitas polonesas produzido através do projeto.
Além das belas danças, ocorreu na mesma noite o concurso que elegeu a “Rainha do Folclore Polonês 2014”, onde eram avaliados requisitos como beleza, simpatia, postura, desempenho nas coreografias e conhecimento sobre o folclore, e dois títulos ficaram com o grupo Karolinka. Joceliane Vaçosnik e Iris Janoski participaram do concurso e foram eleitas Rainha e II princesa consecutivamente. “É muito bom poder representar o meu grupo e minha cidade de uma forma diferente, além da dança. Fiquei muito feliz com o resultado e espero que no próximo ano a rainha seja do Karolinka novamente”, comentou Joceliane.


sexta-feira, 25 de julho de 2014

Karolinka se apresenta no Teatro Guaíra, dentro da programação do 53º Festival de Folclore e Etnias do Paraná

O grupo folclórico Polonês Karolinka participou da programação do 53º Festival Folclórico e de Etnias do Paraná no dia 3 de julho, no Teatro Guaíra, em Curitiba. O grupo se apresentou durante a noite dedicada à cultura polonesa, que teve também apresentações dos grupos folclóricos Junak de Curitiba e Wesołe Dom de Araucária.

No espetáculo, foram apresentadas danças de diversas regiões, levando ao público um pouco da cultura e da história da Polônia. O grupo Karolinka apresentou danças da região de Podhale e da região de Spisz. Além disso, foi apresentado ao público o novo traje, de Góral, adquirido este ano, por meio do projeto “Conhecendo a Cultura Polono Brasileira” patrocinado pela Petrobras.

De acordo com Paulo Kochanny, dirigente do grupo Junak, anfitrião da noite, a participação do Grupo Karolinka contribuiu significativamente com o espetáculo. “O grupo está de parabéns não somente pelo que foi apresentado no teatro, mas também por todo o lindo trabalho que estão realizando em prol da manutenção e divulgação da cultura polonesa. Vocês são dignos de muito orgulho!”.

Para o presidente do grupo Karolinka, Irio Janoski, foi algo sensacional, pois dançar no palco do teatro Guaira é um motivo de orgulho. “Mais uma vez cumprimos com o nosso objetivo que é contribuir para a inserção do adolescente e do jovem em um contexto sociocultural”, destaca.



quinta-feira, 26 de junho de 2014

Grupo Folclórico Karolinka lança livro de culinária polonesa

Produção do livro com receitas típicas é uma das ações desenvolvidas por meio do projeto Conhecendo a Cultura Polono-brasileira, patrocinado pela Petrobras e Governo Federal



O Grupo Folclórico Polonês Karolinka lançou, na última terça-feira, 24 de junho, o livro de receitas “Conhecendo a cozinha polono-brasileira”, reunindo 25 receitas típicas da culinária polonesa.
O evento de lançamento foi prestigiado por parceiros do grupo e integrantes da comunidade polônica local. A publicação, voltada para a disseminação da culinária polaca, terá distribuição gratuita, sendo destinada aos participantes do projeto, parceiros do Karolinka e organizadores de eventos em que o grupo se apresenta.



O livro é resultado do curso de culinária oferecido às mães de integrantes do grupo de dança e ministrado por Bernardina Filipak Janoski, por meio do projeto social Conhecendo a Cultura Polono-brasileira, patrocinado pela Petrobras e Governo Federal.

Por meio deste projeto, o grupo Karolinka, que atua há 22 anos no resgate e na manutenção da cultura polonesa por meio das danças folclóricas, conseguiu expandir suas atividades, oferecendo ainda aos integrantes do grupo folclórico aulas de língua polonesa, de canto e de história do folclore polonês.


sexta-feira, 25 de abril de 2014

Papa João Paulo II será canonizado e comunidade polonesa promoverá missa em sua homenagem

Dia 27 de abril, às 10h30, missa a ser realizada na igreja da Água Branca, com participação do coral Karolinka celebra a canonização

Católicos do mundo todo aguardam a canonização do Papa João Paulo II, programada para o próximo dia 27. Para a comunidade polonesa, a cerimônia tem importância especial, uma vez que João Paulo nasceu e cresceu em terras polonesas. 
Por essa razão, a Braspol, em parceria com o grupo Karolinka, realizará uma missa com cantos poloneses em homenagem ao Santo Papa Polonês João Paulo II. A missa será realizada no dia da canonização, às 10h30, na igreja da comunidade de Água Branca. Durante a celebração, o coral do projeto social Conhecendo a Cultura Polono-Brasileira, patrocinado pela Petrobras e Governo Federal, irá entoar cantos poloneses.  


Karol Wojtyla foi eleito Papa em 16 de outubro de 1978, no conclave que sucedeu a morte do Papa João Paulo I – cujo pontificado durou apenas um mês. Ele foi o primeiro papa não italiano desde 1523. Apesar do perfil popular e conciliador, João Paulo II tinha visões eclesiásticas rígidas. Em sua primeira visita à Polônia, em 1979, milhões de pessoas foram às ruas para recebê-lo – foi também um momento crucial na política do país.


Canonização
O caminho rumo à santidade tem várias etapas: a primeira é ser proclamado venerável servo de Deus – título que se dá para uma pessoa morta que reconhecidamente viveu suas virtudes de maneira heroica –, a segunda, beato, e a terceira, santo. 

Para que um venerável seja beatificado é necessário que tenha se produzido um milagre por sua intercessão. Enquanto que para ser canonizado é necessário um segundo milagre, que deve ocorrer após a beatificação.
O processo de canonização de João Paulo II é um dos mais rápidos da história. Teve início um mês após a morte de João Paulo II, quando seu sucessor, Bento XVI, dispensou as regras e deu início às investigações da santidade, que em geral só ocorrem cinco anos depois do falecimento.

Os dois milagres de João Paulo II foram comprovados por uma comissão do Vaticano e confirmados por decretos dos Papas Bento XVI e Francisco. Sua beatificação, após a comprovação do primeiro milagre - da freira francesa Marie Simon-Pierre, que alegou ter sido repentinamente curada de mal de Parkinson dois meses após a morte do Pontífice – foi realizada em 1º de maio de 2011, seis anos após sua morte.
Já o segundo milagre foi registrado na Costa Rica, com uma mulher, cuja identidade é mantida em segredo, que diz ter sido curada de um aneurisma cerebral após pedir a intercessão de João Paulo II.